Metamorphosis



Video por spyvspy aka Mestrinho (video produzido em 2009©)

No pálido fresco das árvores que dançam ao sopro do tempo
Lá fora a terra seca bebe na mão da tempestade,
Suspiros e anseios dissolvidos pelo vento
Colho nesta manhã fresca o beijo, a tua castidade
E se isso não é pouco, apaparico a tua vaidade,
Leve e fresco como uma brisa do mar
Um “ar” de devaneio veio para ficar
E no doce embalar das ondas
e ficar assim indignado por uma mudança
Assim tão brusca, assim tão elementar.

Conta-me os teus mais secretos desejos
Os sonhos mais escondidos, os anseios
Fala-me por onde andam as lágrimas
Transporta-me para as ilusões
Vestidas da tua nudez
Vamos reviver tudo outra vez
Antes que o nosso amor seja silenciado
Num Amor louco como amor desesperado
Livres, leves e soltos,


Que palavras poéticas
trariam melhor ética
Que palavras,
seriam susceptíveis a atenção
merecendo todas essas frases críticas.

Enquanto questionava,
transportava nos gestos
o limiar das palavras que brotavam
da boca. Incandescentes
e cruéis como o sentido exacto
das suas origens.
Decifrava e fazia do monólogo
no centro irónico do universo,
com um sentimento travesso.

© Mestrinho

Comentários

Olá mestrinho venho pedir desculpa pela minha ausencia mas ando a tentar resolver uns problemas. Espero retornar em breve e com calma. O blog como sempre está lindo Parabens.

Jokas Vampirescas
Dark Angel disse…
Olá. Fico feliz por gostares dos blogs da minha madrinha. Só é pena que ela continue sem comentários. Desculpa a minha ausência, mas ando tão ocupada que nem para postar tenho tempo. Mas venho convidar-te a visitar o meu novo blog. Espero que gostes. O endereço está no meu blog do Dark Angel. Espero conseguir comentar mais e manter ambos os blogs. Espero que continues a visitar-me e a visitar a minha madrinha. Beijos
Doryanne disse…
Olá amigo, ricas mini-férias, hem?
eu estou ansiosa por também conseguir ter umas, lol. Mas o trabalho teima em não me largar...
Quanto as tuas palavras, correndo o risco de me tornar repetitiva, estão fantabulásticas ;o)
E também amei a imagem!
Beijokas e bom resto de semana*
Papoila disse…
Mestrinho, a foto no Jardim do Adamastor está formidável e o poema como sempre de cortar a respiração... atravessar os próprios sentimentos do gigante..."Decifrava e fazia do monólogo no centro irónico do universo, como um sentimento travesso." Viagens dentro de viagens... Música espantosa! Beijo
BlueShell disse…
Gostei de TUDO!
Um abraço tipo BueShell

º0º0º00ºº0º0º0º0º0º0º0º0º0º
bdbdbdbdbddbbdbdbdb
º0º0º0ºº0º0º0º0º00ºº0º0º0º0
wallace puosso disse…
"...colho nessa manhã fresca, o beijo, a tua castidade..." ou
"...transporta-me para as ilusões vestidas da tua nudez...". amar é sempre um gesto ousado, complexo. Mas necessário. Boa semana!
Carla disse…
sempre que aui venho perco-me nas palavras e na musica...como sempre sublime!
amita I disse…
Se dobra, desdobra, cria, silencia quando mais alto a poesia fala... e a crisálida letra metamorfoseando borboletas de palavras.
Um bjo Mestre(inho) e uma flor para um dia de sol
Sara Calado disse…
Lindo mestre, encanta-me as palavras soltas. Envolvente
música e pensamentos. Gostei muito.
Bjos e bom fim de semana
Fallen Angel disse…
Um blog muito interessante e cada vez que o venho visitar, fico de veras impressionada. Um grande beijo
Silêncios disse…
Vou contar-te um dos meus mais secretos desejos, e conto-te por estar realizado.
Era ser feliz...fica agora complementado pelo previlégio de poder partilhar as tuas belas palavras...
Um beijo grande

Mensagens populares