Adultério a Nefertiti


Percorri os infindáveis e os recônditos cantos da minha memória e encontrei a mais bela das recordações, inspirado no papiro escrito por Akhenaton (Faraó do Antigo Egipto). Regresso ao passado e deleito-me na beleza de:



Fonte de inspiração e admiração.
Corri milhares de palavras e vocábulos
Para transmitir essa admiração.
Transcrevo-me em singelos versos
sobre viagens e sentimentos controversos.

Arquitetei um murmúrio no meu leito,
Doce e fresco lábio
Como murmúrio, com jeito
de sentimento sábio,
invade o peito...

O olhar que deixa fascinado,
rendido,
mexido,
remexe
e aquece,
enfeitiça
e atiça,
sonho na formosura dos teus labios.

O olhar que atravessa,
e arremessa,
medido,
e deixa impedido,
de sentir compreendido;
Pelo sentimento compelido.

O olhar que investiga,
Intriga,
castiga e penetra,
vê e lê.
A boca que intui,
possui e atrai,
orienta e atormenta,

Absorvo este desejo.
sereno,
ameno,
ansioso,
caprichoso,
pudico,
abstrato,
insensato,
intenso,
na tênue luz...
que vem do teu olhar.

Ó Mulher adorada, sombra de séculos de beleza imutável. Desejada pelos mortais, escravos por ti!


© Mestrinho 1993

Comentários

Doryanne disse…
UAU!
Tou a ver que encontro aqui outro amigo fascinado com estas coisas... ;)
E essa fascinação com Nefertiti, foi muito bem exposta...

Beijokas.

P.S. Fizeste uma confusãozinha, eu com 6 anos não escrevia assim, lol, mas sim... há 6 anos ;)
Mestrinho disse…
Quando tinha 21 anos, na minha fresca juventude (sim., não julguem que estou velho). Nasceu em mim esta paixão pelo antigo egipto e claro o seu sensualismo. Confesso que quando li um antigo papiro com um poema de Amenófis IV, também conhecido como Akhenaton (filho de Amenhotep), dirigido à sua esposa Nefertiti (1367 a.C. e 1333 a.C.), fiquei fascinado pela beleza das palavras espelidas em lindos versos. Em jeito de”amor incondicional” apaixonei-me na minha juvetude solitária pela Nefertiti (Rainha da beleza egipcia), fonte de inpiração para muitas Mulheres de hoje em dia. Fonte de desejo do Homens do futuro.
Quem era essa Rainha? Nefertiti dirigia o clero feminino e nesta função conquistou o carinho e a admiração do povo. Soube canalizar este sentimento popular de modo a fortalecer o carisma de seu marido diante do Egito...
O meu poema “Adultério a Nefertiti” é inspirado nesse poema de Akhenaton, que trancrevo.
"Aspiro o delicado hálito da tua boca.
Todos os dias admiro a tua beleza.
Desejo ardentemente escutar a tua doce voz,
mesmo quando tem a forma do vento do norte,
a fim de que os meus membros rejuvenesçam pelo teu amor.
Dá-me a mão e faz que eu receba o teu espírito
e que eu viva através dele.
Chama eternamente pelo meu nome
e ele jamais será esquecido."
Doyanne disse…
:P Pronto tou cá "again". tenho uma pontaria para estas coisas... 8-)
Pelos vistos também andas a tirar coisas do "baú" e ainda bem que o fizeste. Conhecia vagamente a história dela e fica-se sempre a saber + um pouquinho... ;)
Com que então paixão platónica, lol
Brincadeirinha...
Jocas
(a esta hora não dá para mais ;))
Sara Calado disse…
Adorei este tipo de poema, a foto mostra por si a beleza dela, complementado com as tuas belas palavras, adorei cada linha, cada sentimento. Não conhecia o poema Akhenaton, está lindo também.
Bjos
Maria Papoila disse…
Entendo esta tua admiração por Nefertiti, pois eu tenho identica com Afrodite, a minha deusa...
Maria Papoila disse…
Este poema de homenagem a Nerfiertite, é um preito à Deusa Mãe que cada mulher deve reancender em si! Maravilha o poema que traduzes de Akhehaton. Lindíssimo.
Egiptólogo?
Muito prazer em ler-te e saber que és gente de bom gosto. Muito grata pelas palavras que me escreveste...
Já cá tinha deixado um comentário a propósito do "tem dias"... dizendo que há dias em que entramos em mundos fantásticos, como este. (o comentário não ficou registado, devo ter feito algum procedimento errado)
Voltarei mais vezes.
Luisa Abreu disse…
muito bem inspirado... adoro o egipto e os seus mistérios. já li alguns dos seus poemas e devo dizer que têm um toque de mestre. Parabéns :)
Ahimsa disse…
Olá! Muito obrigado pelo comentário, que gostei bastante. Eu também faço colecção de cristais e pedras. Só não tenho mais porque infelizmente são bastante caros:) Gostei muito deste poema. Eu também tenho um fascínio bastante grande pela cultura do Egipto. Adorava ir lá um dia...Bjoks e volta sempre*
Luna disse…
esta lindo o novo cantinho... :P e o poema entao nao se fala.. mistico, imponente, apaixonante... beijooooooosssss
Luar disse…
Obrigada pela visita, também já tinha saudades tuas. Este teu novo canto está lindo e ainda por cima consigo comentar....
vou já a correr dizer à Cicuta, ela tem uns ciúmes da Nefertiti que até vai ficar verde com o teu artigo. Mas que dizem que a Mulher era uma belesa, isso é verdade...lol
Beijos imensos
Lidiane disse…
Oi... vim agradecer tua visita e amei o post. Linda poesia.
Beijocas da Lidi
Um poema de inspiração mistica na beleza feminina. Leitura agradavel. Cumprimentos.
Menina_ marota disse…
Gostei da tenacidade do poema... Um abraço e boa semana ;)

Mensagens populares