Adolphe - William Bouguereau (1825-1905)
A Soul Brought to Heaven



No tempo em que se vive,
Morrer,
é deixar-se transportar pelo oceano
de paixão.
Como um acto,
No teatro empírico,
deixa cair o pano do
desejo critico,
de anjos que encontram,aquilo que, s
em saberem,procuram o que necessitam.

Agora que morri

Deixei-me transportar
por desejos
Guiados pelos sábios arcanjos.
Afastando-me desta Terra que flutua.
Num voo efémero, de alma nua.
Mesmo antes de amar
um cupido certeiro na paixão
explorou o amor,
Concluindo-se em excitação.

Emoldurei este pensamento
Num quadro imaginário
Por que em ti
Caí e morri
Deportei-me para o paraíso
Para sentir-me pleno e conciso.

No tempo em que se vive,
Morri em teus braços
Vinde a mim,
libertai-me do reino dos céus
Dá-me ao espírito,
o desejo de reencarnar.


Este poema cria uma corrente de amor feminino ao tentar assegurar que o amor terreno é complemento da viagem ao etéreo, através da influência da minha amada divina. Quando o corpo funde com o espírito.


© Mestrinho