Anatomia de um sorriso




Em tempos de tristeza
Colhi do passado um fresco alento
De jovens em fase de intento
Que nas frustrações,
desesperos e ilusões.
Palidamente, desistira da eternidade
Desistira de tocar o infinito
Sei bem que não me compreendes.
Sei bem que já estive mais perto do entendimento.
E o único que sinto
É este momento.
E tudo o que tenho para respirar
É o breve alento, o de te amar
Porque cedo ou tarde
Tudo pode acabar.
doce saudosismo
que aparece como um cismo
E torna o pensamento em um cataclismo.

A Mulher
A debilidade.

Docemente recordo-me
Dos tempos vividos
Dos sentimentos queridos
Das situações causadas
Dos nossos caminhos pelas estradas,
Da vida
Das nossas cumplicidades conhecidas.

O coração
A emoção

Em jeito de lobo mal
Boca grande
Que excita
Que convida
Ao acto selvagem.
O desejo animal,
O prazer carnal
Desta força fenomenal
Não houve amor igual.
Vem, volta ao calor intenso
Tenho a certeza que ele será imenso.

© Mestrinho 20 de Maio de 2006

Comentários

Sara Calado disse…
Olá mestrinho.. Já estava com muitas saudades dos teus textos maravilhosos. Estou até sem palavras. Quem fala assim não é gago.
Um beijo muito grande
Afeiticeira disse…
Amei o teu blog.vou voltar mais vezes.jinhos
Papoila disse…
Mestrinho aqui há Magia... Neste céu de estrelas a ouvir este som fantástico, vou a respirar o momento enquanto fica na mente
"Vem, volta ao calor intenso
Tenho a certeza que ele será imenso."
Beijo
Secreta disse…
Mas que belo post, adorei :)
Beijito
neith disse…
Furtas ao pensamento seu estuário e do poema fazes fazes seu sudário...belo momento :) Um beijo
Dra.Daniela Mann disse…
Muito obrigada pela visita e pelo comentário! A violência doméstica é sempre uma coisa horrivel, mas o pior é que também há muitos homens que sofrem e não se queixam por vergonha e por causa do peso cultural que os obriga a serem os "machos"...
Em relação ao seu post, palavras para quê? Está lindo!
Beijinhos da Dani
Solzinha disse…
Voltei para ver novamente o teu blog... aproveito novamente para te dar os parabéns pois o teu trabalho esta cada vez melhor...
Um beijinho enorme
Mary
polittikus disse…
Mágico...
A_Medusa disse…
Volta, volta...
Tantas vezes quantas
O teu coração pedir
Volta ao meu sorrir...
Que guardo naquele «Jardim»

A_Medusa
tesouromio disse…
fiquei louco por este teu blog espectacular... há uma magia ao nivél espiritual cheio de romantismo... estou estupido com o que vejo.
PARABENS
Pharaoh disse…
Gostei desta visão divisionada :) que apresentas-te de um desejo, feito poema...

muito de sentires em qualquer das vertentes

E desta vez, Dead can Dance :) , muito bom, assim como é também muito bom por aqui passar,,,

Abraços Mestrinho e um tudo de bom
BlueShell disse…
Fiquei arrepiada....ainda estou....

Quem me dera poder dar-te um enorme abraço
BShell
0o0o0o0o0o0o0o0o0o0o0o0o00o0o0o0oo0o0
rosa maria disse…
Mais uma vez deixo aqui um sorriso de prazer ao ler o que nos deixas...
Ofeliazinha disse…
Muita sensibilidade. :) Bom fim-de-semana.
Lili disse…
"Ninguém se perde na volta" (não me lembro o autor). Ótimo dia pra você! Bjos!
carla disse…
sem tempo...mas para te dizer que gostei como sempre...e o sorriso,amigo...diz-nos tanto.
Rô sensualidade disse…
Oi !!! Vim deixar um BEIJO pra vc de final de semana...e dar uma olhadinha básica. Desejo carnal..sexo selvagem...coisa BOA... Gosto muito do que escreve...
Bjs
sonhadora disse…
Desde já queria-te agradecer pela visita que fizeste ao meu pequeno blog!!!!
Muitos parabéns pelo teu blog!! As tuas montagens são muito bem conseguidas e os textos são intensos!!! Muitos parabéns!!!
Renatinha.. disse…
posso até não estar regularmente aqui, mass qdo estou com certeza a emoção bate forte em mim..
Esta lindo demais..
Parabens!!!
um beijo..
Katya disse…
Que sitio mágico, como conseguiste criar um blog tão bonito e mistérioso? Parabéns pelo talento. Já vi alguns blogs lindos e o teu é apaixonante.
espelhodesombras disse…
Amigo Mestrinho, todos nós somos um pouco o lobo mau, senão para que esses olhos tão grandes, esse nariz tão grande, mas a boca para bendizer... abraço...
Fernando Ramos disse…
Amigo

Bonito poema este, como outros que já li ao passar por aqui, tendo já dito algumas vezes para mim "como gostava de ter escrito este poema", o amigo
escreve bem e retrata o sentimento e o amor como eu também sinto

Não sei se já alguma vez lhe agradeci pelas palavras sempre simpaticas quando passa pelo meu blogue meuslivros, se ainda não fiz faço agora, e peço desculpa por ser só agora

um abraço e muita inspiração

Fernando Ramos
Elsita disse…
Anatomia de um sorriso nostálgico no teu pensamento de recordação evasivo da descoberta de um futuro incógnito...digo eu!?!?!?! Bfs
Anónimo disse…
Amei cada detalhe, cada poro que inspira tamanha criação.
pipetobacco disse…
{ ... «exame meticuloso» ... abraço ... }

Mensagens populares