Distorção cognitiva



Photo: Unknown
Effect: Mestrinho

Da elaborada síntese,
Eis que surge,
O manifesto, o esboço,
de forma muito inesperada,
como que perdida pela estrada.
Riscada de uma grafite,
brilhante e deslumbrante.
Onde surge o infinito
da matéria compactada
Onde nasce o Big Bang,
somente em quantidades definidas.
Apenas em números inteiros,
Proporcional ao liquido
Do meu tinteiro.

Não, não é apenas
uma vontade condimentada
nem uma ideia inventada.
Nem uma gramática semântica,
ou uma equação quântica.
É apenas um sentimento que,
aflora pela pele,
Um sentido puro,

Quando...
No inicio de tudo...
Ela aparece,
Ela que surge de rompante
e serpenteia pela mente,
este sentimento demente.
Que causa o movimento impulsivo,
E o pensamento conclusivo.
Do gesto às palavras,
perdura o incitável,
O verso doce,
A palavra que embala,
O gesto que não acaba.
Entendes agora porque
é insustentável o sentimento
de tornar o momento,
Um infinito desejo de bem estar?

Pleno de Amor, pleno de paixão...
Delineados em contornos,
Rabiscos e coriscos,
reservados em palavras e actos
Mesmo quando é do conhecimento,
ela que retrata a alegria,
reflecte a magia
no sentimento breve da demagogia,
Que causa o sorriso que contagia.
Escondida dentro de mim (ou bem visível)...
Mesmo que eu pudesse,
Como evitar?
Como dedilhar?
Como deixar-se não encantar?

Que bela visão fica guardada,
antiga e persistente,
ao tempo, ainda presente.
neste turbilhão de desejos,
Embebido na mão da tempestade.
Que palavras poéticas
teriam melhor ética?
Que palavras
seriam mais susceptíveis à atenção,
A sentir esse brisa suave que bate no coração.

Verbalizo o desejo,
Incandescente
e cruel como o sentido exacto,
Enquanto ato e desato,
As sílabas que fluem,


Imagino e decifro
O voo, a viagem.
Assim tão brusca, assim tão elementar
e faço deste monólogo
o centro irónico
deste universo,

E....

Enquanto penso,
O mundo gira,
regendo-se as suas Leis.
Pactuando,
na forte curvatura da carne
e da letra que descreve,
o encontro ao cabelo,
ou na noite.

Será...

No ombro azul da noite?


* Distorção cognitiva - acto de distorcer, adj., relativo à cognição. s. f., acção de adquirir um conhecimento.

© Mestrinho 6 de Outubro de 2006

Comentários

GotaDeAmor disse…
Adorei ... Sem dúvida alguma, foi o poema doce, o gesto que não acaba ... um infinito desejo de bem estar ... Parabens por tanta beleza ... Bom fim de semana ... Um abraço
Carla disse…
enlaçam-me as palavras que pelos teus dedos fluem e escorrem na folha de papel...
Papoila disse…
Enquanto escreves e dedilhas este poema sensual que se curva e enleia na curva da carne e do desejo o mundo gira...
Adorei!
Beijo
Daniela Mann disse…
*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`* Beijinhos
amita I disse…
Voltaste
finalmente
à beleza da poesia!
Voltarei em voo silente
explorando
desdobrando
cada palavra brilhante
na incandescência
da "distorção cognitiva"

Um bjo, Mestrinho, e uma flor
Olá Gajo :)


esta distorção está deliciosamente trabalhada em toda a sua semântica.
Adorei como sempre. Tas um intelectual do carago :D Uma gaja quase se arrisca a não te entender, só sentir. Tens-te destacado por ai, porque mesmo o que não se traduz sente-se, porque dedilhas o sentimento.

Vim cá também, para te avisar que o Pensamentos voltou a bombar por essa blogosfera. Gostava de te ver por lá :)

Beijocas

Manefta
MissLadyMystery disse…
A maior dificuldade esta em sentir um poema..m que ele se torne musica ao nossos ouvidos...e Tu...Sempre fizeste isso com uma doçura impensavel...Um beijo doce
Malonguito disse…
Adorei o blogue.
Sara Calado disse…
Que saudades, mestrinho. Confesso que faz tempo que não venho cá. Foi agradavel a surpresa, de te ver sempre escrevendo com alma e enfase.
"onde nasce o big bang, somente em quantidades definidas apenas em número inteiro proporcional ao liquido do meu tinteiro", Lindo :)
Um beijo
meialua disse…
Ah quanto tempo amigo... Que saudades que tinha de te ler e de me envolver nestas palavras, Finalmente tenho Net em casa, lol já aconteceu tanta coisa desde que não falamos, lol
Já tou na minha casa nova junta com o amooorrr, lol
A ver se te apanho no msn, penso que já te dei o meu endereço novo, o do gmaail. Beijokas*
Mestrinho disse…
Olá a quem por aqui passa e aos amigos. Peço desculpas a minha falta de participação e a pouca publicação, mas de facto como alguns já sabem, já são largos meses em que estou sem internet em casa, no trabalho como é suposto não tenho tempo.
Aproveito o comentário para informar que estou a completar o Blogalize It, complemento do Universo Blogalize, e será aqui anúnciado assim que esteje concluido. Trata-se de um trabalho que estou a desenvolver, relacionado com o Erotismo (como é obvio e se tudo der certo será um substituto (personalizado) deste Blog.
Espero que o que aqui está já publicado seja do vosso agrado e desde já agradeço toda a vossa atenção.

Abraços a todos.
Anónimo disse…
Passei por aqui para "alimentar" a alma :)

Beijinho


EUS
Moony disse…
ola vim retribuir a visita e dizer ke te linkei no meu bloguito :)
beijinhos
Daniela Mann disse…
Sim senhora, grande momento de inspiração!
Beijinhos
yohanan disse…
uma distorção cognitiva descrita na perfeição...
Inspirado no momento, pensamentos que vagueiam pelo desejo do prazer de sentir o fogo do amor. lol
Gostei...Beijokas*** da...voa a voa ;) lembraste? inté

Yohanan
mulher rochedo disse…
ola

bigado pela tua inscrição e se kiseres posso fazer te um link é só mandares a imagem k keres (manda um mail para fatimapereira11@sapo.pt)- é o presente e tens k meter o selo do concurso (ta lá no blog , é o link)

bjos e boa tarde
faty disse…
ola bigado por teres inscrito e agora k presente te hei-dar - k tal um link ou um award?
Depois diz o k keres que eu faço .


bjos
Papoila disse…
Mestrinho sempre que te leio rendo-me à sedução envolvente com que dedilhas as palavras como num acto de amor. E esta música! Beijo
A tua poesia ... tenho d a reler sp, pq numa primeira leitura, escapam-se inumeros pormenores... kiss
JotaCê Carranca disse…
Cá vou passando, pelo menos uma vez por semana. Gosto deste blog, que mais posso eu fazer?
Abraços
Anónimo disse…
Saudades tuas mestre....:)

um beijo

Manefta
Anónimo disse…
Olá de novo :)
Voltei para espreitar como anda tudo por aqui :)


www.childrenofglamour.blogs.sapo.pt
Luisa Paula disse…
A tua inspiração parece ser eterna...
Gostei de te rever:)

Mensagens populares