Ainda não sei
Nem quando nem onde
Mas se estás com fome
Vem
Segura
Me come

Podes ainda esperar
Que ainda
Vou-te penetrar
Nem que para já seja
Com o olhar

Entrar em ti
É amar-te
Por ser macho
Pego-te com o laço
Piso-te como um capacho
Faço e refaço

Até que
Vencido pelo cansaço
Rasgo teu cabaço
E em ti me desfaço.