Despido





Como o reflexo de um espelho
Minha alma revela-se tua
Sensação contida
na frieza nua e crua

Uma vontade enorme de dar amor
De sentir a sensualidade contida
Deixar fluir na embriagues do corpo ardente
Nas mãos leves a carícia atrevida

Sugado do ser delirante
como fogo em brasa, soltam-se as mágoas
Numa viagem cósmica de louca paixão
beber no poço do amor, a fresca água

Vontade que alimenta a fogueira acesa no corpo
Que arde e cai como poeira

Como as cinzas de um vulcão,
despido em louca explosão,
Adormecido e
Despido dessa inquietação

© Mestrinho

Comentários

Vampiria disse…
Gostei muito.
Obrigada pela visita no meu espaço. Volta sempre, és bem-vindo.

* *
Olá!
Hoje parto por aí em busca da poesia, ao encontro dos poetas e dos meus amigos.
No amor temos sempre desnudar. No amor há apenas dar para colher. No amor nada se exige tudo se tem porque tudo se dá. A saber: a minha mãe acolheu-me nu e amou-me sempre. A saber: o amor só é amor despido de preconceitos.
Obrigado pela tua visita e só a minha falta de saúde impede que venha mais vezes.
Rogério Simões
Unl1v3d disse…
Que mais palavras se podem dizer? Mais do que despir o corpo, é saber que a outra pessoa está nua em todo o seu ser, sentir que é tranparente para nós, puder descrever as linhas do seu traço emocional...Muito bonito o poema, gostei muito do que li para além deste poema.Prometo ´cá voltar, espero uma visita tua =).*
sweet_helly disse…
Perante esta perfeita parte estética, que me deixou excelentemente surpreendida qualquer texto ficaria agradável de ser lido. No entanto, isso foi soberbamente superado... O texto foi lido magnificamente. Assim como todos os anteriores que me quedei a ler, por tempo indefinido... perdi horas de sono e estudo... mas ganhei todo o sentimento escrito que podia querer ver refletido em algum lugar. Parabéns. Lindo. Sem mais palavras para descrever tal dom...
menina_marota disse…
Como posso comentar um poema destes? Lindooo!! Abraço :-)))
Plantacarnivora disse…
Não há palavras, os teus poemas são tão ardentes, que ao lê-los quase dá a sensação de estarmos a viver o que se lê. Excelente poema, Fica bem fuiiiiiii
Márcia disse…
Nossa seus poemas são otimos... adorei aquele: Hardcore e o teu conceito de mim... e mesmo não tendo muito sobre vc aqui não importa... pq quando não tem conceito e gestos existe sempre a poesia! Bjus e obrigada pela visita no meu blog... até!
MiMi disse…
Nossa, que belo poema. Embalado pela músic de fundo da Narah J ficou melhor ainda.
Ai que saudade do meu pretinho...
heheh
Hasta La vista.
Fallen Angel disse…
Não te sabia de volta... ando meio desactualizado. E regressas em grande, cheio de inspiração, estou a ver! Cumprimentos (Fallen Angel, ex 'the darkside')
pedevento disse…
Voltarei porque gosto de passar por aqui.
Mariana disse…
Olá
Bgd por ter deixa do um comentario no meu blog..
Eu gostei muito do teu blog tas de arabens... bjs
Xana disse…
Obrigaddoooo pela visita adorei o teu blog..
bjosss
sapeca disse…
Olá.. Gostei mto do teu blog, está mta fixe mesmo. Bem poderias ensinar a fazer essas coisas todas... Escreve é mais dificil, por que escreves lindamente, adorei este poema, mto fixe. Vem ver o meu blog.
Bjocas
Passei para desejar uma Páscoa Feliz!

Mensagens populares